MORRO DE SÃO PAULO  


Morro de São Paulo é um dos mais badalados destinos tropicais do mundo. É uma ilha sem nada de trânsito ou carros circulando, sem ruas asfaltadas e bancos, com diversas praias paradisíacas e vida noturna agitada, localizada há apenas 60 quilômetros ao sul de Salvador.

Está situado no extremo norte da ilha de Tinharé, ilha que compõe, junto com Boipeba, Cairú e outras 23 pequenas ilhas, o Arquipélago de Tinharé.

Uma das colonizações mais antigas do Brasil, junto com a vizinha Boipeba, desde 1992 forma uma área de preservação natural, com areias limpas, águas quentes, mata atlântica, manguezais e inúmeras praias praticamente desertas.

Morro de São Paulo tem diversão para todos os gostos, contato com a natureza, esportes náuticos, festas e baladas, e reune os mais diversos sotaques e idiomas, sendo o menos frequente o português. Além de natureza e aventura, a ilha possui uma noite agitadíssima todos os dias, muita cultura, muita água de coco, caipirinha, frutos mar,  e o ritmo quente e contagiante da música brasileira.

PRAIAS:

As praias de Morro de São Paulo possuem areias limpas e brancas e águas quentes e transparentes. É muito fácil encontrar a praia desejada, pois elas não numeradas a partir da vila.

>Primeira Praia: Possui apenas 300 metros, sendo a mais próxima da vila. É a única praia de Morro de São Paulo apropriada para o surf, propiciando também o mergulho livre e a natação. Possui a maior tiroleza do Brasil, que acaba dentro d´água.

>Segunda Praia: Seja de dia ou à noite, é a mais agitada. Cercada por arrecifes de coral, praticamente não possui ondas, sendo ótima para relaxar nas piscinas naturais. À noite, é o local da badalação, com luaus, bares, boates e festas que terminam só ao amanhacer, todos os dias. Com 400 de extensão, ao final dela está a Ilha da Saudade - que é ilha só na maré bem alta - um dos cartões portais de Morro de Sao Paulo.

>Terceira Praia: É a mais extensa, com 800 metros, e a mais urbanizada, possuindo diversas pousadas, alguns bares e restaurantes. Em frente à praia, fica o arrecife do Caitá, uma ilhota de pedra, com um pouco de areia que abriga um único coqueiro.

>Quarta Praia: São 4 quilômetros de praia praticamente deserta. Possui piscinas naturais na totalidade de sua extensão, normalmente com pequena profundidade. Com muitos coqueiros, concentra hotéis e resorts. O fim dela é conhecido como Praia do Encanto.

>Praia do Encanto: É a praia mais bem preservada de Morro de São Paulo, mais tranqüila, e o lugar ideal para quem busca paz e contato com a natureza. São dois quilômetros de praia praticamente deserta, com piscinas naturais mais profundas, boas na maré baixa.

>Garapuá: Uma praia belíssima, de águas transparente e areias claras, isolada entre manguezais e quase deserta. Possui apenas um pequeno vilarejo de pescadores e alguns restaurantes nos seus quase dois quilômetros de praia com águas profundas e quentes. Para visitá-la, a melhor opção é fazer um passio por uma trilha no meio da Mata Atlântica e de fazendas de coqueiros. São 6 quilômetros desde o final da Praia do Encanto.

>Gamboa: Situa-se do lado noroeste da ilha, voltada para o continente. Possui uma encosta de argila, famosa por suas propriedade terapêuticas para o tratamento da pele. A melhor forma de conhecer a praia da Gamboa é através de um passeio que parte da vila de Morro de São Paulo a pé e volta de barco, ou então saindo de barco, da Terceira Praia.

ATRAÇÕES:

>Vila: Morro de São Paulo é, na verdade, o nome do povoado no extremo norte da ilha de Tinharé, mas sua fama acabou emprestando o nome à ilha inteira, ou até mesmo ao arquipélago. É onde que se concentra o comércio e os monumentos históricos.

>Forte: A contrução iniciada em 1630 é uma das maiores fortificações do Brasil. Na época colonial chegou a ter 51 peças de artilharia, enquanto a vila abrigava uma guarnição de 183 homens. Hoje é o melhor local para ver o pôr-do-sol.

>Casarão: É a casa mais antiga de Morro de São Paulo, construída em 1608. Já hospedou D. Pedro II e hoje abriga um restaurante e uma pousada.

>Portaló: O monumento é um portão de entrada em Morro de São Paulo, uma mensagem de boas vindas para o visitante, do século XVII até hoje.

>Farol: É a construção mais visível de Morro de São Paulo. Pode-se chegar no Farol por uma trilha, que começa em frente à igreja. Há dois mirantes perto dele, um para o norte, onde se vê o atracadouro, a Ponta do Curral, e um pouquinho da Gamboa, e outro voltado para o sul, onde está o principal cartão postal de Morro, as três primeiras praias. É também deste local que começa a maior tiroleza do Brasil.

>Igreja Nossa Senhora da Luz: O prédio atual foi construído em 1845, mas suas imagens datam de séculos anteriores. Antes, estava localizada próxima do atual Farol de Morro de São Paulo. Além de ter escapado de diversas tentativas de saque, é provavelmente a última igreja baiana a manter a tradição de enterrar pessoas ilustres no seu interior.

>Fonte Grande: Embora existisse desde o século XVII para abastecer de água o povoado, sua atual forma se deve à obra de um arquiteto francês, que coordenou a obra em 1746. É o mais avançado sistema de tratamento de água do Brasil colonial, com suas galerias de captação do lençol d'água e cisterna de decantação e regularização de fluxo.

   
topo Escolha sua pousada ou hotel em Morro de São Paulo.